Translation

sábado, 28 de janeiro de 2017

Jose Geraldo Wanderley Marques. Aspectos ecologicos na etnoictiologia dos pescadores do complexo estuarino-lagunar Mandau-Manguaba, Alagoas

]




Aspectos ecologicos na etnoictiologia dos pescadores do complexo estuarino-lagunar Mandau-Manguaba, Alagoas

Jose Geraldo Wanderley Marques

Resumo: De acordo com os objetivos gerais propostos, conclui-se que os pescadores de CELMM possuem um conhecimento etnoecológico detalhado, coerente e compatível com a ciência ocidental. Tal conhecimento estrutura-se memicamente e constitui-se em importante recurso local, atualmente ameaçado de extinção. Ele é suficiente para capacitar os seus portadores a tomarem decisões racionais e socialmente aceitáveis quanto à exploração da pesca. Do ponto de vista teórico, os resultados encontrados reforçam as abordagens que vêm a pesca como um sistema presa-predador culturalmente mediado. Eles evidenciam, outrossim, que em um sistema, os predadores/pescadores desenvolvem teorizações a respeito das suas presas/peixes e comportam-se conforme. Os resultados obtidos cotejados com resultados da literatura apontam na direção da existência de universais cognitivo/comportamentais em comunidades pesqueiras. Os princípios hierarquizantes e nomenclaturais de Berlin saem particularmente reforçados, bem como a hipótese de restrição situacional de Burgess e Woolmington. Do ponto de vista prático, conclui-se que a integração das duas formas de conhecimento (a 'cientifica' e a 'folk') constitui-se em oportunidade de catálise e sinergismo para a compreensão do fenômeno com ele é. De acordo com os objetivos específicos propostos, os resultados obtidos através das investigações (e a discussão deles) permitiram que se chegasse às conclusões expostas a seguir, as quais estão relacionadas com: (a) taxonomia; (b) dimensões têmporo-espaciais e (c) ecologia trófica. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário