Translation

sábado, 26 de julho de 2014

Luiz Sávio de Almeida. Uma olhada em Maceió no ano de 2004


domingo, 18 de dezembro de 2011

 

O texto sobre as fotografias está da forma como foi redigido em campo,  logo após ter sido tirada a foto ou depois, à noite, quando as imagens do dia eram repassadas.


A s fotos foram tiradas no dia 20 de junho de 2004. Será que tudo mudou? Pena ter sido no inverno.  Infelizmente, perdemos as anotações de coordenadas e visada. Elas foram tiradas para serem testemunhos sobre a cidade. Compare.


Maceió é uma cidade descuidada e além da beleza panorâmica, os próprios mirantes revelam o descuido. Ao fundo se vê o azul de um prédio do CESMAC. Estamos, acho, olhando para oeste e o cachorro olha para o sul. O contorno da rua está circundado por monturo. 

O dia estava nublado. A paisagem apagada. É o efeito do fog-maceió, apagando o horizonte e uniformizando os lados da lagoa
Não se fez mais qualquer investimento em Maceió, de peso, em imóveis no centro. Pela foto e pelas demais, nota-se como são poucos os prédios e como são mal conservados. O que está à direita, encontra-se na rua do Sol.

Olhando à esquerda do ponto do Mirante. O contraste é bem Maceió: o capim e a cidade



Olhando mais à esquerda e encontrando a praia. Na extrema esquerda está o prédio do arquivo público, a seu lado, o Hotel.



O velho edifício Breda. O pioneiro numa época onde o centro era valorizado para serviços

Nenhum comentário:

Postar um comentário