Translation

domingo, 27 de julho de 2014

Luiz Sávio de Almeida. Urbanismo: a cidade de Maceió em imagens 2004

Segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

O texto sobre as fotografias está da forma como foi redigido em campo,  logo após ter sido tirada a foto ou depois, à noite, quando as imagens do dia eram repassadas. As fotos foram tiradas para posterior comparação. Infelizmente perdemos as anotações de visada e coordenadas. Na verdade,  a fotografia está sendo usada para realizar uma espécie de etnografia urbana, tentando captar cenas do cotidiano de diversos pontos de Maceió, além de montar uma série de imagens que na certa ajudarão,  no futuro, a quem desejar estudar a cidade e sua vida.

Parque Gonçalves Ledo (junho, 2004)


Eu andei muito por aqui, quando Tio Lauro morava no Farol. Acho uma área bonita, mas abandonada. As pessoas nao mais desfrutam do parque, apenas passam por ele que pega quase um terço da Ladeira do Brito. A cara do Parque mudou substancialmente.  Ele é um ponto urbano de destaque, mas foi morrendo enquanto parque, na medida em que a urbanização acelerou a vida de Maceió. Toda cidade tem o parque que merece. Acho que ele foi feito para o tempo em que uma pessoa poderia confessar-se com preguiça ou cansado.  



Eu sinto a solidão deste edifício e quanto ele mexe com a integridade da imagem do parque.



Por esta região, aconteceu o primeiro jogo de futebol em Maceió


Há uma espécoe de tristeza nesta coisa.


Ninguém mais para e nem namora



Ninguém mais anda por aqui; é quase uma escada com desdém. Parque Gonçalves Ledo? Ledo engano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário